Julia Louis-Dreyfus, Old Navy e o timing da comédia para o varejo

Julia Louis-Dreyfus é a protagonista da nova campanha da varejista americana Old Navy para o mercado local. Provavelmente a mais bem sucedida comediante dos Estados Unidos no momento, a artista encarna uma socialite levando seu filho à escola, vestido como os típicos ricos almofadinhas, até encontrar, em diferentes situações, jovens descolados usando roupas da marca anunciante.

Criada pela agência Chandelier, a estratégia publicitária é inicialmente composta por dois filmes com diferentes situações: o primeiro dia de aula e o dia da foto para o anuário. E o que a transforma em algo além de uma campanha de varejo tradicional é exatamente o timing de comédia de Julia, trazendo um ar cômico sem forçar a barra com o objetivo simples e direto de divulgar os pequenos preços e descontos especiais da Old Navy.

Uma gravação com alguém como ela certamente gera mais material que os comerciais de 30 segundos finalizados. E a Old Navy aproveitou isso: transformou os “outtakes” em vídeos integrantes da comunicação, publicados em seu canal no YouTube junto com as peças de mídia roteirizadas. Um clássico caso onde a execução ideal – do casting à produção – vale mais que uma ideia mirabolante para garantir uma campanha de sucesso. Não ganha prêmio, mas ganha destaque. E isso não deveria ser o suficiente?

A criação é de Josh Meyers, Laura Kraftt, Brad Hall, Patty Wortham e Matt Goldman, com direção de Richard Christiansen, Lena Kuffner e Michael Scanlon. Produção da Hungry Man, com direção de cena de Wayne McClammy.

 

 

Vídeo com takes que não foram usados na primeira peça:

 

Vídeo com takes que não foram usados na segunda peça:

Sobre o autor
- Diretor de conteúdo e projetos do Inspirad. Futebolista, humorista, redator e músico frustrado. Prefere o Ibra a Cristiano Ronaldo e Messi.