O bate papo aconteceu em torno do processo criativo das campanhas publicitárias. Anselmo desmistifica a ideia, muitas vezes equivocada, de como atuam os criativos dentro de uma agência de publicidade e conta como as coisas realmente funcionam, da ideia à execução.

Segundo ele, o mercado tem mania de chamar apenas o profissional de criação de “criativo”, mas qualquer um pode ter uma boa ideia: “O mais importante é estar aberto a qualquer ideia, vinda de qualquer lugar – sem preconceitos” explica. O entrevistado comenta também sobre os limites cada vez maiores impostos à publicidade brasileira, pelos órgãos de regulamentação, como o Conar, e como os profissionais devem lidar com isso.

Anselmo conta ainda como é comandar um time de criativos, lidando com a sensibilidade, talento e, muitas vezes, o ego desse profissional. “O criativo no fundo é uma pessoa muito insegura. Você nunca sabe se vai conseguir ter a grande ideia”, afirma.

Indicado ao Prêmio Caboré desse ano, ele conta um pouco sobre a sua trajetória e o que mudou com a sua chegada na Ogilvy Brasil.

Participa também do programa o colunista Marcelo Tripoli, com Trend Posts.

C&C – Anselmo Ramos, vice-presidente nacional de criação da Ogilvy Brasil

Sobre o autor
- Os programas, matérias, colunas e quadros produzidos para os programas "Reclame", do Multishow; e "Rock Reclame" na Kiss FM 102.