Um paralelo entre os graffitis de SP e a Lei Cidade Limpa

Com o início da Lei Cidade Limpa em São Paulo, em 2007, a comunicação visual e publicidade foi altamente restringida, ganhando regras que derrubaram quase toda forma de mídia exterior. Por coincidência, foi a partir dessa época que o movimento do graffiti e da arte de rua ganhou enorme força na cidade, transformando-a em um dos maiores expoentes globais dessa expressão artística. Mas será que foi só coincidência?

Foi a partir desse insight que Duda Hernandez, diretor de criação da agência WMcCann, desenvolveu uma tese defendida na Berlin School of Creative Leadership, na capital alemã, traçando um interessante paralelo entre os fatos. O “Reclame” foi conversar com ele para entender melhor esse movimento e mostrar um pouco do momento atual do graffiti em SP. Confira a “Matéria de Capa” na íntegra!

Sobre o autor
- Os programas, matérias, colunas e quadros produzidos para os programas "Reclame", do Multishow; e "Rock Reclame" na Kiss FM 102.